Reforma: Qual mão de obra contratar?

Reforma: quem contratar

Fazer uma reforma (por mais simples que seja) não é uma tarefa fácil, requer pesquisa e conhecimento técnico do profissional que irá realizar o serviço. Opções não faltam! No mercado você encontra profissionais autônomos (os famosos pedreiros, pintores, azulejistas etc.) ou empresas como as empreiteiras.

Mas qual deles devo contratar para a minha reforma? Convidamos o profissional Luiz Carlos Hermínio da empresa LRO, cadastrada na ArkDek, para te ajudar com algumas dicas!

Dicas para sua reforma: quem preciso contratar?

1. Contratar os profissionais separados (pintor, eletricista, pedreiro etc.) não é mais barato?

Na ponta do lápis pode até ser mais barato sim, mas a dor de cabeça no final será muito maior. Você precisará gerenciar e coordenar todos esses profissionais ao mesmo tempo, enquanto que no caso da contratação do empreiteiro, ele fará isso por você. Além do gerenciamento das pessoas, existe também a questão dos materiais. O eletricista, pintor, azulejista, etc. vão te pedir para comprar o material para que eles consigam trabalhar, como fios, areia cimento etc. Muitas vezes eles não calculam com precisão a quantidade e acaba faltando material no meio da obra. Nesse caso você precisará sair para comprar o que falta. Com o empreiteiro às vezes até falta material no meio da obra, mas ele é o encarregado de verificar se faltou mesmo ou não e comprar. Geralmente no valor dos empreiteiros o valor do material básico está incluso.

2. Se a minha obra precisa ser mais rápida, qual deles devo contratar?

Na maioria das vezes o empreiteiro consegue melhores prazos, pois tem uma equipe maior. Mas tudo depende da disponibilidade de tempo de cada profissional.

3. Ambos me dão garantia do serviço executado?

Sim! Todo serviço precisa ter garantia de no mínimo 90 dias por lei.

4. Há alguém que supervisione o trabalho dos funcionários em uma empreiteira?

Sim, o próprio empreiteiro faz esse papel. É difícil vê-lo sempre na sua obra, pois ele ficará circulando pelas várias obras que possui para supervisionar os funcionários, prazos, compra de materiais etc.

5. Se a obra não for complexa, vale a pena contratar os profissionais autônomos?

Na minha opinião, não. Mesmo que você tenha tempo para acompanhar sua reforma e disponibilidade para sair e comprar os materiais ainda tem a questão do gerenciamento das pessoas na obra. São muitos profissionais trabalhando independentemente, cada um preocupado somente com o seu serviço sem olhar para o serviço do outro, ou seja, o eletricista pode estragar o serviço do pintor e vice e versa. O pintor irá cobrar para refazer o serviço, pois colocará a culpa no eletricista, este por sua vez pode dizer que a culpa não foi dele e você não terá como confirmar e acabará pagando o retrabalho do pintor.

Esperamos que tenham gostado das dicas da LRO! Confira mais dicas no nosso blog e não deixe de assinar nossa newsletter!

 

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *